05 junho 2010

Palavras expostas e ocultas


Não sei se serei bom nas palavras ...
tem pessoas que falam melhor do que eu pra dizer o que sentem, 
outras simplesmente dizem, mas não sentem, 
acham ar de beleza e graça em palavras doces e singelas, 
mas não aprendeu que palavras não são ditas da mesma forma que se é dada uma flor ou como sempre assinar seu nome no fim de uma carta... 
vai mais além do que agradar e querer ser lembrado.
Não sei exatamente se consigo expressar tudo aquilo que sinto, 
por que mesmo sendo algo inevitável é algo tão sigiloso 
e perigoso que nem sei se consigo dominar.
Um olhar, não só revela coisas ou descreve pessoas e ações, 
um olhar prende e engana,ajuda e desvia, ignora e alcança. 
Um sorriso nem sempre revela apenas felicidade,
existem coisas mais profundas nas expressões do que pensamos que há.

Não busco impressionar nem confessar, 
palavras são ditas, pegue-as no ar.

Enquanto outros me dizem o que fazer, 
eu sou a pessoa que menos sei esse caminho curvoso, 
esse caminho oculto que mal conheço, 
mas que teria mais condições de decidir pra onde ir do que as pessoas 
que me querem dominar com palavras.

Busco assim decisões da vida, a vida é uma companheira infalível, 
mas quando nos abandona, deixamos de respirar... 
e já não temos como voltar a trás.

Me perco, me embaraço, em tantas expressões expostas e ocultas, 
olho pra frente e vejo um vidro com manchas d’agua que 
me impede de ver de onde vem a chuva e quem está lá fora.

Mas agora, agora só me resta esperar, talvez hoje, amanhã será um outro dia pra se viver.
Talvez hoje, ou amanhã talvez, só não posso perder de vez o que um dia ainda posso conquistar.


Dermeval Filho
05/06/2010 
dedicado a Thais Reis

Um comentário:

  1. Uma singela forma de expressão daquilo se sente...
    Altamente sensual!

    ResponderExcluir

About Us

Recent

Random